Tendências em Milhas
Tendências em Milhas
09 jun 2020
Mulher segurando o passaporte esperando seu voo no aeroporto.

Consegue lembrar quantas crises sua empresa de turismo e o mercado aéreo já superaram?

Entenda um pouco sobre crises no turismo, impactos no mercado aéreo e como as empresas de turismo devem agir diante dessa situação.  

Sabia que somos excelentes em superar momentos difíceis? Você já parou para pensar que essa não é a primeira crise que passamos?

É fazendo perguntas desse tipo que  vemos que o mercado aéreo e o de empresas de turismo já passaram por dificuldades e, no entanto, sempre superaram essas crises.

Nesses momentos, algumas empresas se foram e novas surgiram, porém, o mercado sempre se manteve de pé, se recuperando.

Você já leu sobre essas crises e como as superamos? Então, vou te contar um pouco sobre elas.

Abrindo as portas do turismo para o mundo!

Na década de 90 e início da década de 2000 tivemos a entrada da TAM e da GOL no mercado aéreo e a saída da VARIG, VASP e TRANSBRASIL que, após a abertura para o mercado internacional, não se adaptaram ao novo e tiveram sua falência decretada.

Dessa forma, com a falência dessas gigantes, pensa no impacto causado para as empresas de turismo!?

Contudo, nesse período em que essas empresas saíram, a GOL e a TAM cresceram muito, exatamente por se adequarem ao novo momento e entenderam a necessidade do cliente.

É muito importante entender a atual necessidade e se adaptar para continuar crescendo. Portanto, sempre inove, saindo na frente!

Aeronave no céu escuro com as luzes ligadas.

Acidentes que tiveram grande impacto no mercado

Em 2006/2007 dois eventos balançaram o mercado aéreo e deixando assim, em crise.

Lembra da queda do GOL 1907 que se chocou no ar com o Legacy da Embraer no final de 2006?

Pois é, foi nesse ocorrido que descobrimos uma fragilidade incrível no sistema de controle de voos do Brasil.

Tivemos muitas greves e protestos e, quando isso aconteceu, essa crise causou diversos cancelamentos e remarcações de voos.

Cerca de 40% dos voos foram impactados, muitas pessoas nos aeroportos e muita confusão.

Uma loucura para os donos de empresas de turismo!

Porém, quando tudo começou a se resolver, tivemos a queda do voo TAM 3054.

Lembra quando ele se chocou com o prédio da TAM Express causando o pior acidente aéreo do país?

Com isso, o mercado aéreo só se recuperou após algumas demissões governamentais e de superiores militares.

Logo depois, esses fatos acalmaram os ânimos dos controladores de voos e assim normalizou o atendimento à malha aérea.

Conceito de crise econômica para empresas aéreas, consequências da proibição de viagens, demissões, cortes de custos, falência. Economia do mercado aéreo e de empresas de turismo.

A crise no Brasil e o impacto no mercado aéreo

Pensa que acabou? Claro que não! Lembra de 2016? O Brasil vinha em uma crescente na década de 2000.

Mas, de repente começou uma queda devido à bolha imobiliária dos Estados Unidos no final de 2008!

Porém, essa crise impactou a economia de todo o mundo, chegando ao Brasil em 2010.

Então, esse declive foi se arrastando por muitos anos com inúmeras quedas de desempenho do setor aéreo devido à crise econômica que gerou no Brasil.

Assim, o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro passou de +7,5% em 2010 para -3,6% em 2016.

Com isso, confirmamos a pior recessão da história do país até aquele momento, conforme divulgação feita no site G1.

No entanto, sem empregos e dinheiro, o brasileiro passou a viajar menos.

O impacto no turismo e na aviação foi significativo tendo em março 2016 uma retração de 7,3% em comparação com o mesmo período de 2015, segundo a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear), conforme divulgado no site do G1.

Segundo a Abear, a principal razão da queda, foi referente a baixa de viagens motivadas por negócios ou participação em eventos que representavam, em média, 65% do total das passagens do Brasil.

Assim, a recuperação do setor começou a se normalizar após agosto de 2016, momento em que voltou a apresentar alta de 0,2% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Mais tarde, a normalização da economia brasileira começou a acontecer após o impeachment da presidente Dilma Rousseff em agosto de 2016 levando a melhora do PIB e à recuperação do setor para o próximo ano.

Mão parando o efeito de crise de negócios de dominó de madeira ou o conceito de proteção de risco. Empresas de turismo e mercado aéreo tomando medidas para parar a crise.

Agora é a hora de agir!

Pois é, já passamos por maus bocados não é verdade?

Tenha em mente que, superamos todas essas crises, evoluímos nossos processos e nos tornamos mais fortes ano após ano.

No entanto, vemos como importante nesse momento, referente a pandemia do coronavírus, que todos arrumem a casa.

Organize sua empresa de turismo administrativamente para crescer mais e aproveitar a retomada do mercado de milhas aéreas que já se iniciou.

Primeiramente, lembre-se de inovar, pensar em novas formas de atendimento, se conectar e conversar com seu cliente.

Aprenda mais sobre redes sociais, vídeos chamadas e outras tecnologias que podem ser utilizadas na comunicação com o cliente!

Percebemos que muitas promoções estão surgindo, preços melhores, possibilidade de negociação com o fornecedor de milha, podendo assim, aumentar o estoque de milhas a um investimento baixo.

Provavelmente, haverá menos atrito com as companhias aéreas, pois elas precisarão de toda a força possível para se recuperar e voltar a voar como antes.

Monte seu funil de vendas, atualize suas ferramentas e já vá se comunicando com novos clientes.

Programe viagens futuras! Lembre-se de estimular seu cliente e aproveitar todas as promoções possíveis nesse momento na sua empresas de turismo.

Se alie com empresas que te ajudam nesse crescimento!

Veja como o Busca Milhas que pode ajudar nessa recuperação:

A nossa ferramenta de busca de passagens com milhas já era a melhor do mercado, porém, agora, estamos de cara nova.

Com uma plataforma incrível e rápida que te ajudará a converter as vendas de forma muito mais fácil.

Além disso, utilizando de técnicas de CRO (otimização da taxa de conversão) e UX (muito mais fácil de usar).

Dessa forma, o sistema de busca de passagens ficou mais atrativo trazendo modernização para a melhor experiência de compra do seu cliente e te auxiliando na retomada desse momento.

Vamos crescer juntos!?

Outros assuntos relacionados
ultimas-noticias-do-mercado-3
Jair Bolsonaro toma a decisão sobre a isenção da bagagem de até 23kg, veja o que impacta na sua empresa de turismo!

A Medida Provisória (MP 863/2018), anunciada em maio e noticiada aqui no Blog do Busca Milhas, foi sancionada ontem (17/06/2019) pelo Presidente da República Jair […]

gestão de milhas
PORQUE CONTRATAR UM SISTEMA DE GESTÃO DE MILHAS

A emissão de bilhetes aéreos por milhas já é uma das principais ferramentas para gerar mais lucros e economia de recursos no cenário do turismo […]

reativar clientes inativos
Atendimento ao cliente inativo: uma tática de reconquista!

Conseguir novos clientes não é fácil. Todo empresário sabe quanto trabalho de divulgação é necessário para que os primeiros consumidores procurem uma empresa. Após um […]

Alavanque sua empresa de milhas!

Assine nosso newsletter!