(31) 98661-3610
Whatsapp
×
in8

© 2010 Busca Milhas.
Todos os direitos reservados.

Internalizar x terceirizar: qual método escolher para sua empresa de milhas?

Internalizar ou terceirizar? O dilema é constante para operadoras de milhas. Ao internalizar, o empreendedor tem uma sensação de controle maior. Por outro lado, com a terceirização, a sensação é de uma maior segurança nos serviços oferecidos pela instituição. Diante da dúvida, um questionamento deve ser feito: você sabe qual método a sua empresa precisa?

Antes de fazermos a análise, precisamos ter em mente que a tecnologia da empresa é item vital para a sua existência. Pois, as operadoras de milhas que não utilizam a internet a seu favor estão fadadas ao fracasso.

Então, para ambientarmos um pouco mais sobre o assunto, vamos repassar alguns números sobre cada um desses mundos.

De olho nos números: hora de fazermos as contas

Em primeiro lugar, vamos ter uma ideia sobre cada um dos empregados que são necessários para um projeto. Um programador com habilidade de desenvolver um serviço que atende uma operadora de milhas custa em média R$ 6.000,00 mensais pelo regime CLT. Já um profissional de UX, sai por R$ 4.800,00 a cada mês. Por fim, um analista de sistemas ou gerente de projetos custa pelo menos R$ 12.000,00 nesse mesmo formato. Todos os valores são a média de São Paulo.

Tendo isso em vista, para desenvolver um buscador simples, por exemplo, é necessário de pelo menos dois desenvolvedores, um gerente e um profissional de UX. Além disso, também são exigidos pelo menos seis meses de desenvolvimento.

Assim, fazendo as contas, o total dessa conta é de R$ 28.800,00 por mês ou R$ 172.800,00 para todo um projeto. Ademais, essa conta não leva em consideração o custo de horas internas que o dono do produto despenderá em cada etapa do projeto. Constantemente recebemos várias ligações de clientes que perderam o seu dinheiro ao investir em profissionais ou empresas que não conseguiram lidar com o serviço devido a sua complexidade.

Se engana quem acha que, com o projeto finalizado, não existirão novos gastos. Pois, a equipe deve ser mantida para a manutenção e/ou evolução da ferramenta, exigindo o custo mínimo de R$ 400.000,00 por um ano.

Analogamente, a mesma conta pode sair em um custo entre duas e quatro vezes menor se você desenvolver o mesmo sistema com o Busca Milhas. Outra opção é alugar o sistema para a sua operadora de milhas, que pode reduzir o seu investimento em dez vezes, com a tranquilidade de não ter dor de cabeça.

Depois de avaliar os números, é hora de gerarmos uma reflexão.

Refletindo sobre as possibilidades: escolhendo com consciência

1) Você tem confiança na empresa que você vai terceirizar?

No mercado, existem todos os tipos de empresas e empresários. Existem os bons e competentes e, infelizmente, existem aqueles que não tem competência ou maturidade suficiente para executar o trabalho.

Busque sempre saber sobre a empresa que está contratando. Ela entende sobre o cenário que vai atuar, ou seja, ela entende do mercado de milhas? Ela tem código de ética e mecanismos para proteger suas informações? Quanto ela atua no mercado e no seu segmento? Empresas com a atividade fim de atender operadoras de milhas como a Busca Milhas sempre se preocupam em atender bem o cliente de forma que ele volte a fechar negócio.  

2) Você sabe contratar um profissional de outra área?

Um gestor de operadora de milhas tem caminhos que podem identificar se um atendente ou um serviço que envolva financeiro trará retorno para a empresa. Mas você tem como saber se um desenvolvedor é realmente bom? Um publicitário? Qual seria o critério para identificar se esses profissionais sabem o que vão fazer e dão conta de realizar?

Se você não tem estas respostas, as chances de prejuízos eventuais ou fracassos são muito maiores. Por isso a etapa de contratação de novos funcionários deve ter o máximo cuidado possível.

3) Você pode arcar com os custos de internalizar?

Em primeiro momento, é normal se pensar que internalizar irá gerar uma economia, levando em consideração que o custo de um desenvolvedor ou de um publicitário é relativamente baixo. Entretanto, esta conta só faz sentido se não levarmos outros fatores em consideração.

Um dos problemas é que o seu profissional interno vai demorar muito para entender a regra do seu negócio. Até ele compreender o que de fato gera retorno ou valor para sua empresa, muitas horas de trabalho serão desperdiçadas. Mesmo depois disso, erros podem aparecer na entrega. Lembre-se também que você pode estar suscetível a leis trabalhistas que nem sempre favorecem o empregador.

Se você realmente tem o desejo de internalizar, prepare seus custos, estude ou procure consultores que entendam de gerenciamento de projetos. Além disso, não faça nenhuma contratação antes de entender o cenário do seu novo investimento.

A empresa terceirizada lhe proporciona um acesso profissional a tecnologia de alta qualidade, já que o foco é gerir este tipo de profissional.

4) Você sabe fazer a gestão destes profissionais?

Internalizar as atividades de tecnologia quer dizer que você vai gastar mais tempo em processos do que na atividade fim. Quase todas as operadoras de milhas se profissionalizam potencializando sua gestão de operação. Em contrapartida, ser gestor de um publicitário e principalmente de um desenvolvedor é muito diferente. O tipo de atenção e de acompanhamento necessárias para esses profissionais são diferentes do que você está habituado.

Focar em gerir um ou mais profissionais internos vão somar muitas horas de trabalho do gestor da empresa, sendo até plausível que tenha que existir a contratação de um gerente de projetos para acompanhar o resultado do trabalho, que necessitará de um custo maior e também de uma nova curva de aprendizado para este novo profissional.

5) Você pode pagar pelo erro?

Além de tudo que já foi citado aqui, quando você internaliza, você está assumindo toda a responsabilidade do erro. Quando você terceiriza, você vai ter um contrato sobre o que vai ser entregue e, caso o que foi combinado não seja cumprido, você tem segurança de que terá um contrato para te proteger de ficar no prejuízo.

Mesmo assim, tenha certeza que você estará terceirizando com uma empresa correta. Se caso tenha algum problema no contrato, vocês devem resolver de forma honrável para evitar dores de cabeça.

6) Onde você quer evoluir?

Toda empresa visa a evolução, mas esta evolução só vem com o acompanhamento dos gestores da empresa. Em que tipo de operações seus gestores devem ficar preocupados em evoluir?

Todo empresário sabe que o que importa no final são os números. Qual lucro você vai ter em troca de esforço e investimento financeiro? Se surgiu alguma dúvida ou se você quer conversar sobre algum projeto, entre em contato conosco. Nós do Busca Milhas estamos preparados para impulsionar sua empresa.

Alavanque sua
empresa de milhas!

Assine a nossa newsletter e fique por dentro do segmento.

    Outros assuntos relacionados

    Empresa de Milhasagosto 18, 2022

    Veja em cinco etapas como criar uma estratégia de conteúdo para a sua operadora de milhas

    Ter uma estratégia de conteúdo para o marketing da sua empresa de milhas é essencial. No entanto, criar uma pode ser um processo bem desafiador. Dessa…

    SAIBA MAIS >

    Empresa de Milhasjulho 22, 2022

    Veja seis razões para investir em técnicas de SEO em sua empresa de milhas aéreas

    Uma operadora de milhas aéreas que deseja ter bons resultados em suas estratégias de marketing, sem dúvida, precisa saber o que é SEO. Assim, entenda por…

    SAIBA MAIS >

    Empresa de Milhasjunho 30, 2022

    Empresa de milhas de sucesso: como divulgar a sua operadora de forma bem-sucedida?

    Divulgue a sua empresa de milhas de forma eficaz, a fim de expandir o seu negócio. Afinal, apenas por meio de estratégias de marketing é possível…

    SAIBA MAIS >

    Alavanque sua empresa de milhas!

    Assine a nossa newsletter e fique por dentro do segmento.

      Fale com um especialista!

      Fale com um especialista!

      Entre em contato com a gente e vamos bater um papo sobre como podemos evoluir.