(31) 98661-3610
Whatsapp
×
in8

© 2010 Busca Milhas.
Todos os direitos reservados.

Blog > Consultoria > Custo do combustível de aviação: Será que muda o preço das passagens aéreas?
Consultoriaabril 8, 2021

Custo do combustível de aviação: Será que muda o preço das passagens aéreas?

Entenda por que o custo do combustível de aviação é um importante fator no aumento das passagens aéreas e na inflação de milhas

Custo do combustível de aviação? Será que ele interfere no valor das passagens ou na comercialização de milhas aéreas?

A preocupação das empresas aéreas vai muito além da pandemia. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), o preço do querosene de aviação aumentou drasticamente em 2020.  

Por isso que, neste artigo, iremos falar sobre o custo do combustível de aviação e como ele impacta no preço das passagens aéreas. Iremos mencionar, também, a influência que o aumento desses dois fatores têm sobre as milhas. 

Custo alto do combustível de aviação no Brasil

As companhias aéreas possuem diversas despesas que, por causa dos impostos e da variação do dólar, são caras. O aluguel de aeronaves, a compra de peças para manutenção e o combustível são os fatores mais influenciadores.

De acordo com o Presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), o problema começa na formação dos preços do combustível de aviação. Isso porque ela surgiu de uma estrutura de refino monopolizada. 

Mesmo com as altas taxas, o Brasil é um dos primeiros no ranking de recuperação no serviço de aviação durante a pandemia. Um dos fatores que auxilia essa melhora é a alta demanda por voos domésticos, sendo quase a totalidade à turismo. 

Os voos nacionais são os mais taxados em relação ao combustível, segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). As viagens a negócio e as internacionais dependem da disseminação da vacina e do fim das restrições nas fronteiras para começar a se recuperar.

O impacto do preço do combustível aéreo nos preços das passagens

Com base nos dados da Abear, em 2020 o custo do combustível de aviação teve alta de 40%, bem acima da inflação do período, que não passava de 4%. Para os viajantes, essa mudança é sentida nos preços das passagens aéreas.

No mercado internacional, o combustível de aviação corresponde de 18% a 22% do valor da passagem. Porém, aqui no Brasil, esse índice chega a 38%, principalmente por conta dos impostos e da paridade de preços com o mercado internacional. 

Em 2020, o dólar teve um aumento de 25,76%, essa alta impactou fortemente o setor aéreo e, principalmente, o custo do combustível de aviação. Consequentemente, as passagens e o mercado de milhas sofreram algumas alterações. 

Inflação das milhas

A disparada do dólar e o preço recorde do querosene de avião são os fatores que impactaram fortemente o custo de operação das companhias aéreas.

Esse aumento de despesas vai sendo repassado para os programas de fidelidade, chegando ao preço das passagens em milhas.

No universo das milhas aéreas, os programas de fidelidade são como os bancos responsáveis pela emissão da moeda, que no caso são as próprias milhas. Porém, essa liberação não possui um regulamento fixo. 

Essa falta de “regras” dá ao programa de fidelidade o poder de emitir milhas conforme a sua própria vontade.

Isso ocorre por meio dos clubes de venda das milhas, bônus nas transferências de pontos a partir dos cartões de crédito, aumento nas promoções de acúmulo através de parceiros, entre outros meios.

Se os programas de fidelidade oferecem mais milhas e não aumentam as ofertas de resgate, as emissões podem subir de valor. Já que, mais milhas no mercado, gera inflação.

A inflação de custos ocorre quando os suprimentos necessários para a produção de bens e serviços ficam mais caros. Como consequência, os custos de produção são repassados ao consumidor final.

De maneira geral, o preço de uma passagem é composta pelo valor do querosene, cotação do dólar americano e outros custos da cia aérea.

Para manter a salubridade financeira, as cias aéreas repassam o aumento para o preço das passagens comuns e por milhas.

Os programas de fidelidade têm emitido cada vez mais pontos e milhas, que entraram em circulação de forma abundante no mercado e geram inflação.

O motivo disso é que a venda dessas milhas tem sido muito lucrativa, especialmente se levarmos em conta que muitas pessoas deixam os seus pontos e milhas expirarem.

Brasileiros perderam mais de 40 bilhões de milhas, um número certamente grande. Se a maioria da população soubesse o quanto valem os seus pontos acumulados, jamais teriam deixado elas vencerem.

O custo do combustível de aviação influencia, e muito, nos preços das passagens aéreas. Consequentemente, o mercado de milhas sofre algumas mudanças. Isso pode ser uma excelente oportunidade para seu negócio.

O Busca Milhas possui ferramentas e estratégias eficazes para te ajudar a atrair várias milhas para o seu estoque. Nós somos capazes de ensinar a sua empresa a evoluir e alcançar seus objetivos. Conte com a nossa consultoria!

Alavanque sua
empresa de milhas!

Assine a nossa newsletter e fique por dentro do segmento.

    Alavanque sua empresa de milhas!

    Assine a nossa newsletter e fique por dentro do segmento.

      Fale com um especialista!

      Fale com um especialista!

      Entre em contato com a gente e vamos bater um papo sobre como podemos evoluir.